103 results for author: Tesed Medicina Holística Integrada


Raiz de Kuzu

Originária da China e do Japão, Kuzu ou Kudzu é uma planta trepadeira cientificamente conhecida como Pueraria Lobata. Com origem em zonas vulcânicas e com caules volúveis trepadores, como os da videira, pode crescer vários metros por ano e atingir grandes alturas. Esta vitalidade excepcional valeu-lhe a sua designação em latim, Pueraria, que significa "em ligação com a juventude", sendo por isso um recurso terapêutico de excelência para a recuperação de vitalidade em casos de convalescença. Tem uma raiz enorme, que pode atingir mais de dois metros de profundidade. O kuzu é um amido extraído dessas raízes vulcânicas, apanhadas no ...

O corte dos legumes

Os legumes devem ser os reis da nossa alimentação, não só em quantidade como também em variedade. É muito comum na alimentação moderna a quase exclusão dos legumes do nosso prato e por outro lado a quase exclusividade de apenas alguns legumes, de tal modo que para muitas pessoas comer legumes é igual a comer brócolos e cenouras. E como? Cozidos, claro! Ora a combinação de pouca variedade, com uma forma de os cozinhar que os tornam pouco atractivos, fez com que tenhamos condenado ao ostracismo os alimentos que deveriam ser a principal fonte de nutrientes nas nossas refeições. Mas antes de falarmos de formas de cozinhar, é muito mais ...

O Pão de Aveia da Gisela

Há uns anos atrás foi-me dito que teria que retirar o trigo e os lacticínios da alimentação do meu filho para que os episódios de sinusite e asma desaparecessem. Assim comecei um percurso difícil, mas não impossível, de resolver. Comecei por deixar de comprar pão, depois de várias reclamações comprei pão sem trigo, continuaram as reclamações e fiquei sem saber o que fazer. Entretanto inscrevi-me no curso do perfil Alimentar e voltou o entusiasmo na pesquisa de alternativas para todos nós em casa, novos conhecimentos, novas partilhas. Voltei a fermentar alimentos e a fazer experiências em articulação com a Susana também grande ...

A Alegoria do Túnel

Levados pela conversa sobre a viagem que um deles tinha recentemente feito para entrar em contacto com os povos indígenas do continente americano, os dois amigos trocavam pontos de vista sobre a abordagem espiritual dos xamãs. - Gosto de analisar as práticas usadas pelos habitantes de uma determinada região em função dos resultados obtidos na forma de viver da população. Os povos indígenas do continente americano têm uma relação muito forte com a natureza e a sua perspectiva está certa, mas o homem moderno não vive no meio da floresta e dificilmente retornaremos a esses tempos. Perspectivas restritas da realidade podem-nos ajudar a ...

Ghee – Manteiga Clarificada

Ghee ou manteiga clarificada, é uma manteiga resultante de um processo de purificação da manteiga de vaca tradicional muito usada na culinária indiana e em tratamentos de saúde Ayurvédicos. Sendo um derivado da manteiga, é rica em gordura e o valor nutricional é similar. A vantagem da ghee face à manteiga tradicional é que devido ao seu processo de separação dos resíduos sólidos da manteiga, contém uma menor quantidade de lactose e caseína, sendo por isso menos prejudicial, mantendo no entanto os ácidos gordos de cadeia curta que são anti-inflamatórios. A ghee deve ser obtida através do aquecimento lento de uma manteiga sem sal e ...

O Mito do Espinafre

Tal como eu, muitas foram as gerações, desde 1929, que cresceram a ouvir “Come os teus espinafres para ficares forte como o Popeye!”. Antes de qualquer outra coisa, vamos ver de onde vem esse famoso mito. Em 1870 o químico alemão Erich van Wolf publicou um estudo que apresentava os espinafres como tendo 10 vezes mais ferro do que os outros vegetais normalmente consumidos. Na verdade, o que aconteceu foi que Van Wolf examinou a quantidade de ferro nos espinafres e ao datilografar o livro enganou-se numa vírgula no número que indicava a quantidade de ferro: 3,5 miligramas de ferro a cada 100 gramas, em vez disso registou 35 miligramas de ...

Germinar é gerar vida

Quando olhamos para as sementes, muitas delas insignificantes no seu tamanho, não conseguimos percecionar o poder interno que elas possuem. A transformação que ocorre para que se transformem em planta foi sempre algo que me fascinou, um pouco como a transformação da lagarta em borboleta. Todo o processo de sobrevivência que leva a planta a dar flor, fruto e semente que por sua vez irá resistir ao frio e à seca até haver condições para "renascer"/germinar, é um bom exercício de observação e aprendizagem de como viver em sintonia com a natureza. Se pensarem que todo o processo de transformação é conseguido através da ativação de ...

TESED – O que é?

– Fiz uma pesquisa sobre aquilo de que me falaste. – Estás a falar da ascensão e o seu significado? – Sim, mas fui mais longe e alarguei a minha pesquisa até à TESED. – E o que encontraste? – Sobre a ascensão já a tinha iniciado e tentei ir um pouco mais fundo, mas não trouxe muito mais do que já tínhamos falado. Apenas gostava de partilhar contigo que, existem nesta época muitas pessoas a fazer canalizações de entidades que estão do outro lado do véu! – É verdade, parece uma moda e trazem muitas informações. Mas são poucas as que são úteis. Não quero fazer nenhum juízo, mas a verdade é que a maior parte torna ...

O Ser Humano Espiritual

– Desde a última conversa que tivemos que a minha cabeça não pára! – Que conversa foi essa? – Aquela em que tu falaste na Nova Energia que está a envolver todo o planeta. Na realidade não foi só a tua conversa. Eu aproveitei o tema e resolvi pesquisar. Sabes que existem muitas pessoas a falarem sobre esse assunto? – Sim, sei. – Sabes que algumas coisas que dizes são parecidas com o que elas dizem? – Sim, também sei isso. – Mas existe uma diferença. Por um lado és mais específico, mas por outro és pouco claro… – Podes explicar? Agora não percebi. – Tens uma linguagem que é mais concreta. Os outros falam de uma ...

Pão de Centeio de Fermentação Natural

Para fazer pão de fermentação natural o primeiro passo é preparar um isco, que é o nome que se dá à “massa velha” com que se faz o pão da forma tradicional, uma fermentação lenta e natural. Nos tempos idos quando se fazia pão uma vez por semana, guardava-se um pouco dessa massa para fazer o pão da semana seguinte. É disso que irei falar. Como se pode obter essa “massa velha” para fermentar o nosso pão? Neste isco está presente levedura, bactérias de ácido lático e muitas outras. Se por um lado é tão fácil e simples como misturar farinha e água, requer por outro lado, paciência e a dedicação de esperar que as “cult...