O Ser Humano Espiritual

  • 10 Abril, 2019

– Desde a última conversa que tivemos que a minha cabeça não pára!

– Que conversa foi essa?

– Aquela em que tu falaste na Nova Energia que está a envolver todo o planeta. Na realidade não foi só a tua conversa. Eu aproveitei o tema e resolvi pesquisar. Sabes que existem muitas pessoas a falarem sobre esse assunto?

– Sim, sei.

– Sabes que algumas coisas que dizes são parecidas com o que elas dizem?

– Sim, também sei isso.

– Mas existe uma diferença. Por um lado és mais específico, mas por outro és pouco claro…

– Podes explicar? Agora não percebi.

– Tens uma linguagem que é mais concreta. Os outros falam de uma forma um tanto ou quanto abstracta e eu não entendi nada. Às vezes até parece um conto de fadas nada adaptado à realidade!

– Estou a ver…

– Mas por outro lado eles dizem-nos como chegar lá. Dão-nos exercícios para praticarmos e elevarmos a nossa energia.

– Que tipo de exercícios?

– Visualizações que devemos praticar regularmente. Permitindo elevar cada vez mais o nosso espirito. Até conseguirmos ver e percepcionar tal como é descrito… são óptimas porque guiam-nos no processo!

– Estou a ver…

– Não estou a gostar nada da tua cara e esse “Estou a ver” está a deixar-me intrigado!

– Como assim?

– Agora estás a deixar-me irritado…!

– O que é que esperas de mim?!

– Espero que me guies. Espero que me digas se as pesquisas que fiz são úteis ou se posso usá-las de alguma forma!

– Bom. Gostei que as nossas conversas te tivessem motivado a pesquisar mas…

– Eu sabia. Existe um mas. Eu li na tua cara!

– Não é propriamente um problema, mas devemos estar atentos ao que nos rodeia. Perceber o que realmente nos dizem e quais as consequências se fizermos o que nos dizem para fazer. Entender os efeitos que irei observar a curto e a longo prazo. Que estado espiritual será esse se fizermos esses procedimentos?

– Agora estás a deixar-me curioso. Significa que, se fizer o que dizem nesses círculos, ditos espirituais, não atingirei essa dita espiritualidade que tanto quero, não seguirei no meu caminho de elevação do meu ser? Eu quero mesmo fazer a ascensão! Não por ser uma moda mas por perceber que eu quero ser quem realmente sou e permitir que a minha alma entre mesmo em contacto comigo e me guie no meu caminho!

– Eu não disse nada sobre isso, mas se realmente o que queres é entrar em contacto com quem és, então seguires caminhos de receita não te vai levar lá.

A ascensão é um processo individual, diferente para cada um de nós, com visualizações específicas e personalizadas. Existem alguns pontos comuns mas na generalidade o que vais ver, o que vais percepcionar, as sensações, as emoções e no final o que sentes, é totalmente diferente daquilo que os outros experienciaram.

– Assim vai ficar difícil. Eu não sei como fazer e não me dás muitas escolhas…

– Primeiro, gostava de te dizer que não é um fim mas sim um processo. E é um processo evolutivo.

   Segundo, não tem uma receita para lá chegar.

   Terceiro, convém escolheres alguém que saiba do que se trata para te poder guiar.

   Quarto, não vão haver visualizações programadas. É um caminho, e é individual. Por isso não podemos ver, experienciar ou enfrentar todos o mesmo, a não ser que entrássemos todos pela mesma porta e passássemos todos pelo mesmo caminho, mas se isso acontecesse não seria um processo individual.

   Quinto, devem ser usados processos que te afastem da tua mente, que a obriguem a reprogramar-se e a reestruturar-se, tornando-a mais eficaz, simplificando processos, ensinando-a a obedecer às tuas ordens.
Sexto, estares preparado para resolver os problemas ou bloqueios que possas ter contigo, desta ou de outras vidas.

   Sétimo, considerares-te a pessoa mais importante do mundo, aceitares-te e amares-te tal como és, confiares em ti e perdoares-te a ti próprio.

   Claro que permitires que o processo flua sem medos, sem dúvidas, sem receios, sem qualquer expectativa e acima de tudo sem julgamentos, ajudará significativamente na tua evolução.

– Começo a entender melhor mas ainda está complicado…!

– A tua mente vai ter de se tornar mais simples e eficaz para permitir a ligação da tua alma a todo o teu ser.

– Mas existe algum processo conhecido para fazer tudo isso?

– Sim, agora existe. Chama-se TESED.

– TESED? Que nome estranho. Nunca ouvi falar. O que significa? O que é e como posso aprender?

– É o que vamos falar na próxima conversa.

Por: Paulo Pais in “Conversas com o Mestre”